Ubuntu 11.04 (impressões)

sábado, 28 de maio de 2011

Olá.
Já fazem algumas semanas do lançamento do 11.04. Acho que já posso postar minhas impressões.

Sobre as principais novidades:

  • Gnome 2.32.1 (Fork para Unity)
A princípio, nenhum grande impacto. Não houveram grandes crash (um ou outro no netbook). De importante mesmo, só o suporte a seguir.
  • Completa reestruturação na interface gráfica, substituindo o Gnome-Panel pelo Unity (porém Gnome-Panel ainda pode ser usado pelo modo clássico)
Aqui sim, uma grande diferença. E já digo que não gostei. Para o netbook, ficou muito bom. Acrescentaram algumas coisas que não tinham na versão anterior (Netbook Remix, que foi extinta) e melhoraram outras já existentes. Porém, para o desktop, nada bom. Principalmente para heavy user. A barra lateral atrapalha mais que ajuda. Ainda bem, que é possível utilizar o modo clássico, que a princípio, gerou algumas falhas, crashs, mas aos poucos foi se normalizando e mantendo a estabilidade de sempre.
  • Banshee como player de mídia padrão no lugar de Rhythmbox
Muito bom player. Ainda não substitui o Amarok 1.4, mas tem um ótimo desempenho, com compatibilidade com vários plugins, uma interface bacana, etc. Gostei dele. Achei menos simples que o Rhythmbox. Cabe muito bem para um player casual com bons recursos.
  • LibreOffice como suíte de escritório padrão no lugar do OpenOffice
Ainda não tinha usado. E se não tivessem falado nada, eu nem teria percebido. Achei praticamente a mesma coisa do OO. Óbvio que utilizo apenas para edição de planilhas e documentos em geral, com baixa exigência de operações. Portanto, não posso avaliar num contexto mais avançado. De qualquer forma, não presenciei nenhuma anomalia.
  • Linux Kernel 2.6.38
Nenhum crash, nenhuma queda de desempenho.
  • Firefox 4.0
Gostei da forma com que o menu se adaptou as barras (no netbook é ainda mais perceptível). Estabilidade e velocidade de sempre. Passei a utilizar o Sync e estou gostando bastante.
Usei um pouco no Seven também e achei tão bom quanto no GNU.
  • Melhoria gráfica nos temas GTK do Ubuntu (Ambiance e Radiance)
Não notei grandes diferenças, tirando alguns belos wallpapers.

Bom, é isso.
Estou usando o 11.04 no Desktop do trabalho, com a interface clássica e no Netbook, com o Unity. Em casa, atualizei recentemente para o 10.04 LTS. Tenho uma opinião bem formada com essas versões não LTS, de que são apenas versões quase beta. Recentemente li algo do Mark que praticamente confirmou isso.
De qualquer forma, as adições, mesmo instáveis, por vezes, valem o upgrade.

Recomendo sim, o upgrade para o 11.04, mas apenas para os mais curiosos ou heavy users. Para o pessoal mais sossegado e sem grandes ambições tecnológicas, manter-se no 10.04 LTS ainda é a melhor opção (que é o caso do meu Desktop doméstico).

[]s